Aberto edital de R$ 5 milhões para investimentos em sustentabilidade industrial

Projetos de conversão tecnológica priorizam pequenas siderúrgicas em Minas Gerais

Na última semana, o projeto Siderurgia Sustentável avançou em ações de incentivo à produção de carvão vegetal de biomassa sustentável para a indústria siderúrgica no estado de Minas Gerais.

Os recursos serão investidos na instalação de fornos-fornalha, fornos metálicos, de queimadores de gases da carbonização e de equipamentos e estruturas que permitam o aumento do rendimento gravimétrico nas praças de carbonização já existentes. Na prática, isso significa aumentar a produção usando menos recursos naturais. Os produtores também receberão capacitação para que possam utilizar os novos equipamentos, além do apoio na elaboração de planos de negócios.

Até 50 famílias de produtores locais serão beneficiadas diretamente. Com o aumento da produtividade em mais de 30%, estima-se produzir mais de 1 milhão de toneladas de carvão adicionais, com o mesmo volume de madeira utilizado em 2019, graças à implantação das novas tecnologias. Essas melhorias permitirão maior remuneração para o pequeno produtor rural, aumentando a renda na região.

A produção de carvão desempenha papel relevante para a economia de mais de 50 municípios mineiros, especialmente nas regiões mais carentes, onde 60% da produção de carvão vegetal provêm de pequenos e médios produtores, com baixa produtividade e elevado nível de emissão de poluentes.

Comunidades próximas dos polos de produção de carvão onde serão feitas as iniciativas também serão beneficiadas, uma vez que a implantação das novas tecnologias melhora a qualidade do ar local com a redução de emissões.

O edital fica aberto até o dia 17 de fevereiro e pode ser acessado aqui.

Fonte: Ministério do Meio Ambiente