Adiado prazo para divulgação das Propostas de Regularização Fundiária e Melhoria Habitacional

A divulgação do resultado foi promulgada para o dia 25 de março, devido a elevada demanda de propostas para serem analisadas

O resultado das propostas cadastradas no programa Regularização Fundiária Urbana e Melhoria Habitacional vinculadas ao Programa Casa Verde e Amarela foi adiado. A medida foi publicada na Portaria 758/2022 e a divulgação do resultado foi promulgada para o dia 25 de março, devido a elevada demanda de propostas para serem analisadas.

A publicação traz, ainda, um novo calendário para análise, enquadramento e divulgação dos projetos cadastrados. De acordo com o novo cronograma, após a publicação dos resultados, demais documentos – técnicos, institucionais e jurídicos – devem ser apresentados ao Agente Financeiro credenciado até 30 de junho. Depois de 30 de setembro, após a análise dos documentos técnicos, institucionais e jurídicos ocorrerá a contratação do financiamento entre Agente Financeiro, Agentes Promotores e famílias atendidas com regularização fundiária urbana. O cadastramento das propostas deve abranger no mínimo 100 e no máximo 700 lotes em conformidade às especificações do programa.

Importante frisar que somente os agentes promotores podem fazer o cadastramento e que as iniciativas de regularização fundiária não implicam na construção de novas moradias, mas de procedimentos técnicos, jurídicos de regularização fundiária para aquelas moradias que estejam informal e iniciativas de melhoria habitacional.

 

Com informações da Agência CNM de Notícias.