Autorizada a venda de nove imóveis da União em quatro estados

Alienações incluem sete terrenos, um apartamento e uma sala comercial, com valor total estimado de R$ 16 milhões

A Secretaria de Coordenação e Governança do Patrimônio da União do Ministério da Economia (SPU/ME) autorizou a venda de mais um lote de imóveis da União. São sete terrenos, uma sala comercial e um apartamento, localizados nos estados do Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Pernambuco e Mato Grosso do Sul. O governo estima arrecadar R$ 16 milhões no total. Os bens estão relacionados na Portaria nº 5.282/2020, publicada no Diário Oficial.

De acordo com o secretário da SPU/ME, Fernando Bispo, as novas alienações autorizadas dão continuidade ao processo de vendas de imóveis, prioritário na atual gestão. “Estamos empenhados em superar o quadro histórico de abandono na área de Patrimônio da União. As vendas estão focadas em imóveis vagos, impróprios para utilização da máquina pública, porém com potencial para o desenvolvimento dos municípios onde estão localizados”, afirma o secretário.

No estado do Rio de Janeiro, serão vendidos um apartamento de 142 m² no município do Rio; e três terrenos no município de Volta Redonda, dois deles medindo 1.775 m² e o terceiro de 4.000 m².

Em Natal, Rio Grande do Norte, será licitada uma sala comercial, de 75,19 m². Em Pernambuco, no município de Petrolina, na região do antigo aeroporto da cidade, serão vendidos três terrenos, o menor de 1.876 m², o de tamanho intermediário, de 3.000 m², e o maior de 3.795, 11 m².

No estado do Mato Grosso do Sul, será vendido um terreno de 448 m², situado no bairro Jardim Imá, na capital, Campo Grande.

O lote de imóveis da portaria publicada ontem será objeto de licitação na modalidade de concorrência pública. A data será anunciada por meio de edital a ser publicado nos próximos dias.

Fonte: Ministério de Economia