Beneficiários do Bolsa Família já podem sacar valor referente a fevereiro

Mais de 14 milhões de famílias devem receber o benefício

O Programa Bolsa Família atende às famílias que vivem em situação de pobreza e de extrema pobreza no Brasil.

Desde abril de 2020, o número de famílias contempladas se mantém superior a 14 milhões, o maior patamar médio da história do programa do Governo Federal. Neste mês, o programa recebeu a adesão de 200 mil novas famílias. Isso representa R$ 2,66 bilhões em recursos, os quais foram liberados no dia 11.

A capacidade de atendimento do Bolsa Família leva em conta a disponibilidade orçamentária e a estimativa de pobreza em cada município. Para isso foi utilizado um limite de renda para definir esses dois patamares.

Podem fazer parte do Programa:

– Todas as famílias com renda por pessoa de até R$ 89,00 mensais;

– Famílias com renda por pessoa entre R$ 89,01 e R$ 178,00 mensais, desde que tenham crianças ou adolescentes de 0 a 17 anos.

Benefício Variável Vinculado ao Adolescente, no valor de R$ 48,00 (até dois por família).

— Pago às famílias com renda mensal de até R$ 178,00 por pessoa e que tenham adolescentes entre 16 e 17 anos em sua composição. É exigida frequência escolar dos adolescentes.

Benefício para Superação da Extrema Pobreza, em valor calculado individualmente para cada família.

— Pago às famílias que continuem com renda mensal por pessoa inferior a R$ 89,00, mesmo após receberem os outros tipos de benefícios do Programa.

— O valor do benefício é calculado caso a caso, de acordo com a renda e a quantidade de pessoas da família, para garantir que a família ultrapasse o piso de R$ 89,00 de renda por pessoa.

Importante ressaltar que as parcelas mensais ficam disponíveis para saque durante 90 dias após a data indicada no calendário.

 

Com informações do Ministério da Cidadania.