Brasil busca atrair empresas chinesas para leilões de infraestrutura

Ministro Tarcísio de Freitas se reúne com embaixador da China para intensificar agenda de trabalho com foco no programa de concessões

O governo brasileiro deve intensificar a agenda de trabalho, nos próximos meses, para buscar a participação de grandes empresas chinesas nos próximos leilões de infraestrutura de transportes. Em audiência no dia 04 de Fevereiro, em Brasília, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, reforçou ao embaixador da China, Yang Wanming, a intenção de aprofundar o diálogo para mostrar as oportunidades que o Brasil oferece em ferrovias, portos, rodovias e aeroportos.

Há previsão de viagem do ministro à China, ainda no primeiro semestre, para participar de roadshow, a exemplo dos realizados na Europa e nos Estados Unidos, apresentando o programa de concessões a executivos de empresas privadas e estatais do país asiático. “O ano de 2020 será muito bom. Queremos intensificar o diálogo e esperamos contar com o expertise e a capacidade das empresas chinesas”, disse Freitas.

O embaixador afirmou que o Brasil transmite confiança e seria oportuna uma aproximação com os empresários chineses para tirar dúvidas sobre a modelagem e a viabilidade dos projetos de concessão. “Há muito interesse das empresas chinesas no Brasil, especialmente em ferrovias”, afirmou Wanming. A Embaixada da China deverá construir uma agenda de trabalho com o ministério para organizar reuniões preparatórias e também o roadshow com foco no programa de concessões brasileiro.

Fonte: Ministério da Infraestrutura