Brasil terá primeiro centro afiliado ao Fórum Econômico Mundial focado na indústria 4.0

Objetivo é preparar as empresas do País para a quarta revolução industrial

O secretário especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia (Sepec/ME), Carlos Da Costa, anunciou na última quarta-feira (22), em Davos, na Suíça, a instalação do primeiro centro afiliado ao Fórum Econômico Mundial focado na indústria 4.0 (C4IR) no Brasil. O Centro deverá entrar em operação ainda no primeiro semestre de 2020.

As metas são estimular a adoção de novas tecnologias e melhorar a inserção do Brasil nas cadeias globais de valor, ampliando a competitividade e a produtividade das empresas brasileiras.

Esta é uma iniciativa do governo federal (Ministério da Economia – SEPEC), do Governo do Estado de São Paulo (Secretaria de Desenvolvimento Econômico) e do Fórum Econômico Mundial, que visa acelerar e escalar a adoção de tecnologias emergentes, como Internet das Coisas e Inteligência Artificial, abordando os principais desafios econômicos, sociais e de desenvolvimento.

O C4IR Brasil será uma parceria público-privada, concebida pelo Ministério da Economia e pelo Governo do Estado de São Paulo e apoiada por empresas de atuação global.

Os painelistas, por ordem de fala, serão: Marisol Argueta, Chefe da América Latina e Membro do Conselho Executivo do Fórum Econômico Mundial ; Carlos Da Costa, secretário especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia (Sepec/ME) e o governador de São Paulo, João Doria.

 

Fonte: Ministério da Economia.