Cataratas Day celebra 9 anos do título de Maravilha Mundial da Natureza

Em celebração ao dia, moradores da região e turistas são convidados a compartilhar fotos e vídeos do destino nas redes sociais

No dia 11 deste mês, o “Cataratas Day” marca o 9º aniversário da escolha das Cataratas do Iguaçu como uma das Sete Maravilhas Mundiais da Natureza. Para celebrar a data e homenagear uma das quedas d’água mais famosas do planeta, turistas e moradores de Foz do Iguaçu (PR) e região foram  convidados a compartilhar fotos e vídeos do destino brasileiro nas redes sociais utilizando a hashtag #cataratasday2020. O Parque Nacional do Iguaçu está aberto das 9h às 16h.

Quem mora em Foz do Iguaçu ou nos municípios vizinhos e foi até as cataratas tirar uma selfie, ganhou  gratuidade de ingresso e teve transporte interno liberado.

Para garantir a segurança e proteção dos visitantes contra a Covid-19, foi permitida a entrada de 300 pessoas por hora. Haviam tapetes de desinfecção, barreiras sanitárias com orientações aos turistas e álcool em gel espalhados por vários pontos do parque.

As cataratas foram o  palco de um passeio ciclístico pela manhã e à tarde, com concentração às 16h e saída às 17h. A coordenação das inscrições ficou a cargo da Associação Ciclística Cataratas do Iguaçu (ACCI).

CATARATAS – Além de figurar entre as Sete Maravilhas Mundiais da Natureza, a atração é reconhecida como Patrimônio Natural Mundial pela Unesco. A área de conservação natural, que abriga as Cataratas do Iguaçu, é o principal atrativo turístico do estado do Paraná e um dos principais do país. Quase 30% da economia da cidade está relacionada à visitação, que responde por mil empregos diretos e cerca de 15 mil indiretos. No ano passado, o parque registrou a marca de dois milhões de visitantes.

“Os números expressivos do impacto do setor turístico na economia de Foz do Iguaçu reforçam o potencial desta atividade como importante indutor econômico no nosso Brasil e fundamental neste processo de retomada do turismo no país”, destacou o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio.

 

 

Fonte: Ministério do Turismo