Desenvolvimento regional: MDR e Sebrae assinam acordo de cooperação técnica

Iniciativa faz parte do projeto Cidade Empreendedora e tem o objetivo de estimular o desenvolvimento econômico, urbano e regional

Com o objetivo é unir ações para estimular o desenvolvimento econômico, urbano e regional por meio da melhoria do ambiente de negócios e implementação de políticas públicas com foco em sustentabilidade e inovação, o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) e o Sebrae Nacional assinaram um acordo de cooperação técnica. A parceria, que integra o projeto Cidade Empreendedora, do Sebrae, prevê a implementação de ações em desenvolvimento urbano e regional e o fortalecimento de cadeias produtivas e das Rotas de Integração Nacional.

No Rio Grande do Norte, onde será iniciado o projeto-piloto, o trabalho será feito com os setores de moda, cordeiro, mel e queijo. “Serão 58 municípios contemplados e mais de 3 mil produtores beneficiados. Além de apoiar os produtores, esse projeto também visa o desenvolvimento dos municípios, com o aumento da demanda por turismo, por exemplo”, afirmou o superintendente do Sebrae/RN, José Ferreira de Melo Neto.

O diretor técnico do Sebrae Nacional, Bruno Quick, também destacou a importância da parceria com o MDR. “Há 15 anos, lançamos o Estatuto Nacional da Microempresa e Empresa de Pequeno Porte. Em seguida, entendemos que havia necessidade de investirmos em ações de desenvolvimento territorial, dentro dos municípios. Hoje, conseguimos formalizar a parceria com o MDR, que promete ser uma mudança de patamar para as rotas de integração nacional”, apontou.

Rotas de Integração Nacional

As Rotas de Integração Nacional são redes de arranjos produtivos locais associadas a cadeias produtivas estratégicas capazes de promover a inclusão produtiva e o desenvolvimento sustentável das regiões brasileiras priorizadas pela Política Nacional de Desenvolvimento Regional (PNDR).

As rotas promovem a coordenação de ações públicas e privadas em polos selecionados, mediante o compartilhamento de informações e o aproveitamento de sinergias coletivas a fim de propiciar a inovação, a diferenciação, a competitividade e a sustentabilidade dos empreendimentos associados, contribuindo, assim, para a inclusão produtiva e o desenvolvimento regional.

No momento, o MDR apoia as rotas do Açaí, da Biodiversidade, do Cacau, do Cordeiro, da Economia Circular, da Fruticultura, do Leite, do Mel, do Peixe e da Tecnologia da Informação e Comunicação.

 

Com informações do MDR.