Empréstimos para o produtor rural

Caixa amplia para R$ 12 bilhões custeio antecipado para safra verão 2021/2022

O agronegócio continua sendo o principal motor da economia nacional. Assim, é fundamental que os produtores rurais continuem encontrando condições para investir e crescer.

Nesse contexto, a Caixa Econômica Federal anunciou em live com a ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento), a ampliação do Custeio Agro Antecipado para R$ 12 bilhões. Segundo o presidente do banco, Pedro Guimarães, já foram emprestados R$ 8 bilhões desde dezembro de 2020, e a expectativa é ter os 100% dos R$ 12 bilhões emprestados até o final de março ou início de abril.

As operações de crédito rural incluem linhas como o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) e o Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronampe). A antecipação do custeio para financiar a safra 2021/2022 foi lançada pela Caixa em dezembro do ano passado.

Na prática, o dinheiro serve para custear as lavouras e o agronegócio antes do início do plantio. Ao antecipar os recursos da próxima safra, o produtor pode negociar, ainda no primeiro semestre deste ano, a aquisição de insumos para o plantio, para que possa se programar e reduzir custos.

Também foi anunciada a abertura de 21 agências do banco focadas em operações exclusivas do agronegócio. São 10 novas unidades na região Centro-Oeste, três no Nordeste, cinco no Sudeste e três no Sul do país. Os municípios que receberão as unidades especializadas no agronegócio foram definidos considerando a estratégia de atuação do banco para o setor e o potencial para o mercado nas regiões.

 

Com informações do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.