Escolas devem ter um representante para receber os livros do PNLD no período de recesso e férias escolares

Os livros e materiais didáticos são distribuídos todos os anos para as escolas da rede pública em todo o país por meio do Programa Nacional do Livro e do Material Didático (PNLD), do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). As obras que serão utilizadas em 2020 já começaram a ser distribuídas. As entregas devem seguir até fevereiro. Cada escola tem a responsabilidade de receber os materiais a ela destinados.

A coordenadora-geral dos Programas do Livro do FNDE, Nádja Cézar, explica que a logística de distribuição dos materiais não é interrompida no período de festas ou férias para garantir que sejam entregues nas escolas até o início do ano letivo. “Os Correios são um importante parceiro nesse processo e vêm realizando, desde setembro, um trabalho complexo de distribuição de forma a chegar em todas as escolas públicas do país antes das aulas começarem”, conta.

Nádja diz ainda que é fundamental que todas as unidades escolares tenham um representante para receber esses materiais. “A ausência de um responsável na escola para o recebimento dos materiais compromete as entregas, o que impacta diretamente no recebimento de outras unidades de ensino e gera desperdício de recurso público, uma vez que a carga deve retornar a sua origem. A escola é a parte mais importante para o sucesso do PNLD e são seus profissionais que garantem que o livro chegue nas mãos de todos os estudantes”, relata.

Para facilitar este processo de entrega, o FNDE disponibilizou ferramenta no sistema PDDE Interativo/SIMEC, pela qual a escola teve a possibilidade de indicar o responsável por receber os livros. Essas informações facilitam o trabalho dos Correios, que pode entrar em contato caso tenha dificuldades para efetuar as entregas.

 

Fonte: Ministério da Educação