Estado do Paraná destina R$ 4 milhões aos municípios para proteção de crianças e adolescentes

Termo de adesão foi assinado pela Secretaria da Justiça, Família e Trabalho e representantes de 43 municípios

O governo do estado do Paraná, por meio da Secretaria da Justiça, Família e Trabalho, vai destinar R$ 4,19 milhões aos municípios para ações de proteção a crianças e adolescentes. O termo de adesão ao cofinanciamento estadual do incentivo ao atendimento emergencial para crianças e adolescentes que sofrem ameaças, foi assinado pelo secretário Ney Leprevost e representantes de 43 municípios.

Os municípios serão atendidos de acordo com os critérios estabelecidos pelo Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (CEDCA). Os repasses são do Fundo Estadual para a Infância e Adolescência (FIA).

O montante global será distribuído a Araucária, Assis Chateaubriand, Campo Mourão, Castro, Colombo, Colorado, Cruzeiro do Oeste, Dois Vizinhos, Foz do Iguaçu, Francisco Beltrão, Goioerê, Guaíra, Ibaiti, Ibiporã, Imbituva, Irati, Itaperuçu, Ivaiporã, Jacarezinho, Jaguariaíva, Loanda, Londrina, Mandirituba e Marechal Cândido Rondon, Matinhos, Medianeira, Paiçandu, Paranavaí, Pinhão, Piraí do Sul, Piraquara, Pitanga, Pontal do Paraná, Prudentópolis, Quedas do Iguaçu, Reserva, Rio Branco do Sul, Rio Negro, Santa Helena, Santo Antônio da Platina, São Mateus do Sul, Ubiratã e União da Vitória.

O secretário Leprevost solicitou aos prefeitos que ajudem a divulgar o Cartão Futuro, que é uma forma de incentivar o primeiro emprego, especialmente por conta da crise causada pela pandemia. “No Cartão Futuro, o governo paga R$ 300 por mês, durante 24 meses, para cada jovem contratado, para incentivar as empresas, e se o jovem for deficiente, o valor é de R$ 450”, explicou.

 

Com informações da Agência de Notícias do Paraná.