FNDE recebe colaborações para a construção de edital para aquisição de obras em Libras para a educação infantil

As sugestões devem ser enviadas até o dia 15 de outubro

Segundo dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE), mais de 10 milhões de cidadãos brasileiros são surdos, dos quais 2,7 milhões possuem surdez profunda.

O ensino da Língua Brasileira de Sinais (Libras) na escola, além de ser uma educação inclusiva, é responsável pela formação de alunos surdos no país, criando novas possibilidades para essas crianças.

O decreto Lei 5.626/2005 (BRASIL, 2005) estabelece que a Libras constitui-se como disciplina curricular obrigatória nos cursos de formação de professores, nos cursos de fonoaudiologia e nas licenciaturas em geral.

Neste sentido, o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) abriu prazo para receber colaborações para a construção de edital complementar que visa à aquisição de obras bilíngues da educação infantil, em português escrito e Libras. A autarquia realizará a compra desse material pela primeira vez no âmbito do Programa Nacional do Livro e do Material Didático (PNLD), uma conquista de estudantes surdos, surdocegos e com deficiência auditiva.

Para a construção do edital, o FNDE espera receber colaborações de profissionais com experiência na produção de materiais em português escrito e Libras. As sugestões devem ser enviadas para o e-mail coher@fnde.gov.br até o dia 15 de outubro. A minuta inicial do edital complementar está disponível no portal do FNDE.

A definição das características do material, bem como dos procedimentos para sua aquisição, será construída coletivamente, para garantir maior nível de qualidade e adequação às obras a serem adquiridas.

 

Com informações do FNDE.