Governo do Paraná propõe piso salarial de R$ 5,5 mil para todos os professores da rede pública

Medida precisa ser aprovada pela Assembleia Legislativa do Paraná

O governador do Paraná, Ratinho Júnior, anunciou um reajuste nos salários de 48% para os professores do estado, tanto para o quadro de efetivos quanto para os profissionais contratados pelo Processo Seletivo Simplificado (PSS). De acordo com o governo paranaense, o novo piso salarial para os docentes no estado será de R$ 5.545.

Atualmente, um professor recebe uma remuneração inicial de R$ 3.730, com uma jornada de 40 horas semanais. A nova medida deve beneficiar mais de 22 mil profissionais da área da educação.

Além dos salários, Ratinho Jr. enviou um projeto de lei para aumentar o valor dos benefícios trabalhistas para a categoria. Os docentes terão direito a um vale transporte no valor de R$ 842, implantação de gratificação de R$ 800 a partir de janeiro e a manutenção do atual mecanismo de progressão de carreira.

O investimento é de R$ 674,4 milhões e conta com recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb).

“Esse novo piso equivale a cerca de oito anos na progressão salarial de um professor. Ou seja, o Governo do Estado está antecipando o reajuste, oferecendo um salário que eles só receberiam próximo a 2030. E vale ressaltar que tudo isso será implementado sem colocar em risco a saúde financeira do Estado, acompanhando um planejamento da Secretaria da Educação e do Esporte em parceria com a Secretaria da Fazenda”, destacou Ratinho Junior.

O secretário de Estado da Educação e do Esporte, Renato Feder, argumenta que o aumento salarial para os professores é um mecanismo para tornar a carreira mais atrativa.

Apesar do anúncio, a medida para aumentar os salários dos professores ainda precisa ser aprovada pela Alep (Assembleia Legislativa do Paraná), para que seja aprovado o novo piso da categoria.

 

Com informações do Governo do Paraná.