Governo Federal já garantiu 300 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 para 2021

Os números referem-se aos acordos com a AstraZeneca e Covax Facility; Pazuello também reafirmou que vacina será acessível a todos os brasileiros

Em pronunciamento no Palácio do Planalto, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, reiterou que todos os brasileiros que desejarem serão imunizados contra a Covid-19 e informou que o Brasil já garantiu acesso a 300 milhões de doses. “O Ministério da Saúde acompanha a evolução de imunizantes para a Covid-19 em passos acelerados e com total responsabilidade. O Brasil possui, atualmente, mais de 300 milhões de doses de vacinas garantidas por meio dos acordos internacionais e nacionais, esperando a aprovação por parte da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)” disse, referindo-se aos acordos com a AstraZeneca – com 100,4 milhões de doses no primeiro semestre e outras 160 milhões no segundo semestre – e Covax Facility, com 42,5 milhões de doses.

O ministro afirmou que o Governo Federal está atento a todas as vacinas em desenvolvimento no mundo e que os brasileiros terão acesso a uma vacina assim que comprovada sua segurança e eficácia. A distribuição será para todos os estados, por meio do Programa Nacional de Imunizações (PNI). “Compete ao Ministério da Saúde realizar o planejamento e vacinação em todo o Brasil. Não podemos dividir o Brasil num momento difícil que todos nós passamos. O Ministério da Saúde acompanha a evolução de imunizantes para a Covid-19 em passos acelerados e com total responsabilidade.

Pazuello também falou sobre a intenção de compra de 70 milhões de doses da vacina da Pfizer e garantiu que qualquer vacina aprovada e certificada pela Anvisa será comprada. O ministro ratificou que a principal preocupação do Governo Federal é com a saúde e o bem-estar dos brasileiros e que, por isso, os processos regulatórios precisam ser cumpridos: “Tudo está sendo feito de acordo com os ritos científicos e seguindo os protocolos da agência reguladora, a Anvisa, a qual respeitamos e que representa legalmente a autoridade no assunto. Qualquer descumprimento aos procedimentos estabelecidos pode colocar em risco a saúde da população”.

Veja o discurso de Eduardo Pazuello.

“Senhoras e senhores, boa tarde.

Quero agradecer a toda a imprensa presente e a todas as pessoas que acompanham on-line pelas redes sociais.

O Brasil é um país continental, lar de milhões de brasileiros e brasileiras cheios de sonhos, projetos e esperança. E esperança é tudo que todos os brasileiros desejam nesse momento. Uma vacina que seja, comprovadamente, segura, eficaz e com total responsabilidade com você e com a sua família.

Compete ao Ministério da Saúde realizar o planejamento e vacinação em todo o Brasil. Não podemos dividir o Brasil num momento difícil que todos nós passamos.

O Ministério da Saúde acompanha a evolução de imunizantes para a Covid-19 em passos acelerados e com total responsabilidade.

O Brasil possui, atualmente, mais de 300 milhões de doses de vacinas garantidas por meio dos acordos internacionais e nacionais, esperando a aprovação por parte da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

São 302,9 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 que estão sendo produzidas pela:

– Fiocruz/AstraZeneca, com 100,4 milhões de doses no primeiro semestre e mais 160 milhões no segundo semestre.

– Covax Facility, com 42,5 milhões de doses.

Além da Pfizer, que hoje começou a vacinar os grupos prioritários na Inglaterra. E nós do governo federal, atentos às primeiras soluções que ocorrem no mundo, já assinamos a carta de intenções garantindo mais de 70 milhões de doses dessa vacina para o Brasil.

Vale ressaltar que qualquer vacina aprovada e certificada pela Anvisa será comprada pelo Governo Federal e distribuída para toda a população que desejar ser vacinada.

Tenham certeza que é um compromisso do Governo Federal vacinar todos os que precisam ser imunizados e aqueles que desejarem.

Mais uma vez, afirmo. Tudo está sendo feito de acordo com os ritos científicos e seguindo os protocolos da agência reguladora, a Anvisa, a qual respeitamos e que representa legalmente a autoridade no assunto.

Qualquer descumprimento aos procedimentos estabelecidos pode colocar em risco a saúde da população.

Eu tenho família, filhos, amigos e milhares de brasileiros sob a minha responsabilidade. Responsabilidade esta que me faz todos os dias trabalhar incansavelmente com todo o meu secretariado e demais servidores para obter uma vacina eficaz para o povo da nossa nação.

Assim como quero destacar o empenho e a preocupação do presidente Jair Bolsonaro diante desta pandemia. Ele não mede esforços, junto com todos os demais ministros, governadores e prefeitos para que tão logo todos os brasileiros e brasileiras que desejarem sejam imunizados.

Os desafios são grandes e não podemos desanimar, vamos erguer a cabeça, dar a volta por cima. É diante de uma crise que criamos soluções para avançar e acreditar que podemos, sim, vencer.

Tenham fé. Tudo isso vai passar e vamos estar juntos. Nós, o Governo Federal, o presidente Jair Bolsonaro e o povo, para continuarmos construindo o Brasil de oportunidades e de crescimento.”

 

 

 

Fonte: Portal Gov.br