Governo prepara medida provisória para melhorar o ambiente de negócios no Brasil

Durante seminário on-line promovido pela CNI, Carlos Da Costa afirmou que a medida tem o potencial de fazer o Brasil subir 50 posições em ranking do Banco Mundial

O governo federal está preparando uma medida provisória para melhorar o ambiente de negócios no país, com um potencial de fazer o Brasil aumentar 50 posições no ranking Doing Business, do Banco Mundial. A declaração foi dada pelo secretário especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, Carlos Da Costa, na semana passada, durante o seminário on-line “Indústria em debate – propostas para a retomada da economia”, organizado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) em parceria com o jornal digital Poder 360.

“O Brasil foi um dos países menos afetados pela pandemia, no ponto de vista econômico. Agora nós estamos voltando para o caminho da prosperidade”, afirmou o secretário, que estava representando o ministro da Economia, Paulo Guedes. “Temos uma agenda bastante ambiciosa de melhoria de ambiente de negócio, avanço na flexibilização do mercado de trabalho, investimento em inovação, infraestrutura e qualificação das pessoas, que são as bases para o crescimento de longo prazo da economia.”

O presidente da CNI, Robson de Andrade, disse que todas as medidas adotadas pelo governo durante a pandemia foram importantes para a indústria. Outros debatedores, que participaram por videoconferência, também reconheceram a importância das ações desenvolvidas para a retomada da economia.

“Estamos sim retomando em V, graças às inúmeras ações realizadas pelo governo”, disse o presidente da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais, Flávio Roscoe.

“Este governo tem uma característica interessante – ele escuta”, observou o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Goiás, Sandro Mabel. “O Ministério da Economia tem feito um importante trabalho neste sentido, ouvindo as experiências do setor privado e desenvolvendo ações rápidas para que a economia continue caminhando”, destacou.

José Ricardo Roriz, vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e presidente da Associação Brasileira da Indústria do Plástico (Abiplast), parabenizou Carlos Da Costa pelo “incansável trabalho” para melhorar a produtividade e o ambiente de negócios no Brasil.

 

 

Fonte: Portal Gov.br