Habitação: novas condições entram em vigor

Entraram em vigor na última semana as novas condições da política habitacional anunciadas pelo Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) e pela Caixa Econômica Federal (CEF). As mudanças são válidas para financiamentos com recursos do Fundo de Garantia (FGTS) nas faixas 1,5, 2 e 3 do programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV) e do Conselho Curador do FGTS.

Uma das novidades é a alteração dos limites de valor de imóvel para municípios com população menor que 50 mil habitantes, além do subsídio para imóveis em em cidades com menos de 20 mil habitantes.

Foram alteradas, ainda, as condições para subsídios nos últimos dois recortes territoriais dos programas. Assim, o teto do subsídio para a faixa 1,5 do MCMV, de R$ 47,5 mil, será mantido para quem possui renda bruta de até R$ 1,2 mil. Haverá redução progressiva do subsídio em caso de rendas superiores.

Na faixa 2, o valor de até R$ 29 mil permanece para quem possui renda familiar bruta mensal de até R$ 1,8 mil, conforme a região em que estiver o imóvel.

Veja aqui as novas tabelas por faixa e recorte territorial.