Novo Fundeb

Oportunidades educacionais para todos, na medida de suas desigualdades

O FNDE tem acompanhado os debates e estudado as diferentes propostas de instituições de pesquisa e instâncias interessadas no assunto relativo ao Novo Fundeb.

Um dos principais pontos abordados nas análises técnicas realizadas pelo FNDE diz respeito ao aprimoramento do efeito redistributivo do Fundo, a fim de promover uma maior equalização das oportunidades educacionais entre todos os entes governamentais.

As propostas e experiências bem sucedidas têm sido levadas em consideração no ínterim dos estudos e projeções realizadas pela autarquia, na perspectiva de unir esforços em busca do aprimoramento desse importante mecanismo de financiamento da educação básica pública.

Vale lembrar, ainda, que o Núcleo de Métodos Quantitativos do FNDE, coordenado pelo cientista em Business Intelligence, Dr. André Monat, está construindo, em parceria com o Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA) e com a Escola Nacional de Ciências Estatísticas (ENCE), os simuladores de algoritmos mais adequados à realidade de contrastes entre os Entes da Federação Brasileira, para construir as melhores soluções para o Novo Fundeb.

 

Fonte: Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (Fundeb) / Ministério da Educação