Novo simulador virtual de financiamentos para municípios paranaenses

Ferramenta calcula taxas de juros e valor de prestações de empréstimos para obras, aquisição de equipamentos, veículos e projetos de cunho social

A Fomento Paraná, instituição financeira de desenvolvimento do Governo do Estado, colocou em funcionamento um novo simulador de crédito online no seu portal para calcular os custos de financiamentos de projetos para os municípios. Com um único click gestores municipais podem calcular os juros e o valor das prestações para projetos de infraestrutura, mobilidade urbana e outros voltados à melhoria da qualidade de vida, de acordo com o porte populacional e o índice de desenvolvimento de cada cidade.

“O novo simulador foi desenvolvido em conjunto com a equipe do Paranacidade e permite aos prefeitos calcular com exatidão o quanto vai custar o financiamento e qual o melhor enquadramento da proposta do município, além de mostrar que hoje temos a melhor taxa do mercado”, explica, Wellington Dalmaz, diretor de Operações do Setor Público da instituição.

“Isso dá maior agilidade ao processo, porque facilita o acesso à informação e permite que o gestor possa apresentar na Câmara Municipal leis autorizativas com detalhes precisos de cada proposta, nas condições ofertadas pela Fomento Paraná”, acrescenta o diretor.

Por meio das linhas do Sistema de Financiamento aos Municípios (SFM), em parceria com a Secretaria do Desenvolvimento Urbano e de Obras Públicas e o Paranacidade, a Fomento Paraná viabiliza condições exclusivas para atender cidades que apresentam um baixo IPDM – Índice Ipardes de Desenvolvimento Municipal, conforme diretriz do governador Carlos Massa Ratinho Junior, que determina um tratamento diferenciado aos municípios menos desenvolvidos.

“Todas as cidades com IPDM menor que 0,6 — ou seja, com índice de desenvolvimento médio-baixo ou baixo, têm assegurada uma taxa de juros menor, a partir de 2,0% ao ano, para aquelas com menos de 20 mil habitantes, por exemplo”, explica o diretor-presidente da Fomento Paraná, Heraldo Neves. Além da taxa de juros, os contratos são corrigidos pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo).

 

Com informações da Agência Estadual de Notícias.