Parceria entre MEC e CVM tem como objetivo capacitar docentes em educação financeira

O foco da formação será para os professores dos anos finais do Ensino Fundamental

Com o objetivo de melhorar o desenvolvimento das crianças, dos adolescentes e dos adultos em educação financeira, o Ministério da Educação em parceria com a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), estará ofertando uma capacitação aos professores de todo o país.

Voltado aos docentes de educação básica das redes pública e privada, a meta é qualificar os docentes para que eles possam disseminar o conhecimento sobre o tema aos estudantes durante as aulas. Todos os profissionais da educação básica poderão participar da iniciativa.

A ideia é oferecer conhecimento básicos sobre o tema de forma interligada às disciplinas do currículo dos estudantes para proporcionar uma consciência sobre finanças pessoais. Segundo o Ministério da Educação, a expectativa é capacitar, em três anos, pelo menos 500 mil professores que poderão levar o tema a mais de 25 milhões de estudantes.

“Serão ofertados cursos num primeiro momento em educação financeira no formato autoinstrucional, abrangendo temas como a formação de poupança, consumo consciente, orientação em investimentos, proteção contra fraudes financeiras, desenvolvimento de hábitos e atitudes que contribuam para o bem-estar financeiro. Esses cursos contarão com material de apoio e de orientação pedagógica, livro para o docente e para o aluno e materiais complementares”, pontuou o diretor do MEC.

A formação será gratuita e de forma virtual. O foco da formação será para os professores dos anos finais do Ensino Fundamental; e terá como referência a Base Nacional Comum Curricular.

 

Com informações do MEC.