Paulo Guedes afirma que Nova Previdência abrirá portões para o Brasil voltar a crescer

Ministro diz que não há outra alternativa para reequilíbrio das contas públicas

O Ministro da Economia, Paulo Guedes, voltou a dizer que está confiante na aprovação da Nova Previdência pelo Congresso Nacional, medida de extrema importância para reequilíbrio das contas públicas. Guedes afirmou que não existe outra alternativa, uma vez que o modelo atual tornou-se insustentável. “Temos uma bomba demográfica, não podemos seguir com essa ameaça”, afirmou.

De acordo com Guedes, a Nova Previdência abrirá o portão para o crescimento econômico e retorno dos investimentos, além de reparar desigualdades e remover privilégios. Ele afirmou ainda, que o “Estado gasta muito e gasta mal” e que a reforma é primordial para reparar essa situação.

Potência fiscal

O ministro frisou, novamente, a importância da potência fiscal de pelo menos R$ 1 trilhão em 10 anos, para garantir a transição do atual regime, de repartição, para o de capitalização. Na avaliação de Guedes, isso traria um alívio ao orçamento público por no mínimo 15 anos.

“Esse é o combustível. Estamos dispostos a nos sacrificar porque, se vier R$ 500 milhões, estaremos comprometendo o futuro dos nossos filhos. Eles vão nos trazer os paraquedas e ficarão no avião, que vai cair no oceano”, afirmou.

Guedes elogiou a atuação “extraordinária” dos presidentes da Câmara do Deputados, Rodrigo Maia, e do Senado, David Alcolumbre. “Veja o presidente da Câmara, assumindo o protagonismo. Alcolumbre já disse que vai montar uma comissão paralela para que não atrase no Senado, aí votamos rapidamente”, afirmou, destacando que todos estão fazendo sua parte para que o Brasil volte a crescer.​

 

Fonte: Ministério da Economia