PEC da Previdência cria regime de capitalização

Reforma traz propostas de repartição ou capitalização

ENTENDA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA – PARTE 4

Atualmente, 10% da população brasileira é composta por idosos – o equivalente a 21 milhões. A estimativa é que daqui a 40 anos, esse valor suba para 60 milhões, ou seja, 1/4 da população total.

Os dados apontam que, no país, haverá cada vez menos trabalhadores para financiar os números crescentes da aposentadoria e é nesse sentido que o governo propõe o regime de capitalização.

Felipe Salto, diretor executivo da Instituição Fiscal Independente (IFI), fala sobre a possível alteração. “O regime vigente no Brasil é o regime de repartição, em que quem está trabalhando na ativa contribui e essas receitas vão para pagar os aposentados. A ideia da PEC que está sendo proposta é manter esse regime, mas colocar uma alternativa também, que é chamada capitalização”, comenta.

O regime de capitalização não é exatamente novo e funciona como uma poupança privada. Nesse caso, o trabalhador contribuiria para um fundo de pensão, que aplicaria o dinheiro. Aí, a partir da data da aposentadoria, o benefício seria resgatado.

O diretor do IFI, Rodrigo Orair, explica que o dinheiro depositado vai rendendo com o passar do tempo q que quando o contribuinte chegar aos 65 anos de idade, esse fundo de pensão terá um estoque dos recursos aplicados. “Se a administradora do fundo de pensão for bem, eu vou ter um benefício alto. Se ela for mal, eu vou ter um benefício baixinho”, ressalta.

De qualquer modo, o governo propõe que os trabalhadores continuem contribuindo para o INSS. No entanto, caso queiram receber uma aposentadoria mais alta, terão que poupar individualmente. As regras desse sistema misto devem valer a partir da aprovação da reforma.

Vale lembrar que a Previdência pública não é só a aposentadoria. Quem contribui, tem direito ao abono salarial, salário maternidade, auxílio doença, pensão por morte, entre outros benefícios.

Crédito: TV Senado


A reforma da Previdência, prevista na PEC 6/2019, é do interesse de todos. Com base em uma série produzida pela TV Senado neste ano, abordando os principais pontos da reforma da Previdência, a Desenvolver Treinamentos traz esclarecimentos sobre o assunto, mostrando como as mudanças apresentadas pelo governo na proposta afetam a vida das pessoas.