Pescadores e aquicultores poderão ter melhorias na oferta de créditos

Ministério da Agricultura está em tratativas com instituições financeiras

O conhecimento das cadeias produtivas da pesca e da aquicultura é extremamente importante para o sucesso das medidas de ordenação e manejo da pesca e da aquicultura no Brasil. Desde sua criação, o Ministério da Pesca e Aquicultura vem desenvolvendo diversas políticas públicas para estimular o incremento da produção aquícola, como, por exemplo, o Plano Safra, bem como a utilização sustentável dos recursos pesqueiros no país

Segundo dados da Secretaria de Aquicultura e Pesca, apenas 0,3% dos pescadores e aquicultores fizeram uso dos recursos disponíveis para o setor no plano, no período 2019/2020. A baixa adesão se dá às enormes exigências na hora de contratar o crédito.

Para facilitar o acesso de pescadores e aquicultores ao crédito, em especial ao Plano Safra, a Secretaria de Aquicultura e Pesca, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), está em tratativas com instituições financeiras. Os contatos serão para identificar quais seriam as melhores linhas de crédito e microcrédito para atender a objetivos como a modernização estrutural das embarcações para adequação a requisitos higiênico-sanitários.

 

Consumo de Pescados

De acordo com um relatório da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), divulgado no mês de junho de 2020, a produção global de pescados atingiu 179 milhões de toneladas, com faturamento de US$ 401 bilhões em 2018. A aquacultura foi responsável por 82 milhões de toneladas. Do total produzido (pesca e aquicultura) 156 milhões de toneladas foram para consumo humano e o restante para produção de farinha e óleo de peixe.

No Brasil, nos últimos anos, houve ampliação da produção de pescados cultivados, estabilização da pesca extrativa, acréscimo das importações, resultando maior volume da oferta. Conforme dados divulgados pelo Anuário 2020 da Associação Brasileira de Piscicultura (Peixe BR), em 2019 foram produzidas 722.560 toneladas, com receita em média R$ 5,6 bilhões.

 

Com informações do Mapa.