Plataforma digital de empregos auxilia área da saúde durante pandemia

SineSaúde visa criar ponte entre profissionais da saúde e unidades de atendimento, além de secretarias estaduais e municipais em todo o país

O Ministério da Economia (ME), por meio da Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade (Sepec), e o Ministério da Saúde (MS) anunciaram na última semana o SineSaúde, plataforma digital voltada a promover e facilitar a contratação de profissionais para atuar no combate à Covid-19. O objetivo é criar uma ponte entre profissionais da saúde e unidades de atendimento como hospitais, clínicas, laboratórios, além de secretarias estaduais e municipais de todo o território nacional que possam atuar no enfrentamento à pandemia.

Durante coletiva no Palácio do Planalto, em Brasília, o secretário de Políticas Públicas para o Emprego da Sepec/ME, Fernando de Holanda, disse que a iniciativa vai agilizar as contratações, garantir empregabilidade e fortalecer as equipes que atuam na linha de frente.

“A plataforma não contrata, ela faz a intermediação entre o gestor de saúde que quer contratar e o profissional que está disposto a trabalhar na crise”, explica o secretário. Ele também reforça a importância de dar publicidade a ferramenta: “Essa plataforma só terá funcionalidade e resultados se chegar ao conhecimento de todos os envolvidos, tanto o contratante quanto os que procuram uma oportunidade”,  defende Holanda.

O Sine Saúde possui três áreas de acesso. Uma é para profissionais de saúde, que poderão cadastrar seus currículos, especificar a  área de atuação e disponibilidade para o trabalho, seja a carga horária ou localização. Outra é para o gestor de saúde, que vai cadastrar sua instituição e poderá fazer um filtro dos currículos cadastrados e procurar dentre os perfis dos profissionais de saúde  aqueles que se enquadram melhor na vaga e assim fazer a proposta de emprego. Da mesma forma, os profissionais de saúde poderão fazer um filtro das vagas e se candidatar naquela que tiver interesse.

Outras áreas

Na plataforma, o campo  “outros profissionais” é destinado a outras áreas relacionadas à necessidade de funcionamento do hospital e à construção de hospitais de campanha, como eletricistas e bombeiros hidráulicos, por exemplo, que também poderão se cadastrar.

Além da parceria entre os dois Ministérios, a ferramenta também é resultado da cooperação entre a Microsoft e a Bizapp, a fim de contribuir com a mitigação dos efeitos da Covid-19.

 

Fonte: Portal Gov.br