Primeira parcela do 13º salário de aposentados e pensionistas será paga no final do mês

Antecipação na liberação dos recursos beneficiará 31 milhões de segurados

Após o atraso na sanção da Lei Orçamentária Anual (LOA) que impediu que o 13º salário dos aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) fosse pago em abril, a antecipação foi liberada.

O secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Bruno Bianco, confirmou que os segurados terão sua primeira parcela paga no final de maio.

A antecipação na liberação dos recursos para os 31 milhões de segurados deve injetar mais de R$ 50 bilhões na economia neste mês.

A antecipação do 13º salário dos aposentados faz parte do pacote de medida adotadas pelo governo para o controle da crise financeira em decorrência dos efeitos da pandemia.

A medida também foi adotada em 2020, no entanto, no ano passado a primeira parcela ficou para abril e a segunda para maio. No entanto, para 2021, com tantos atrasos, a medida fica para o mês de maio e junho.

O salário adicional é previsto em lei para quem recebeu ao longo dos últimos 12 meses benefícios como aposentadoria, pensão por morte, auxílio-doença, auxílio-acidente ou auxílio-reclusão.

Confira o calendário de pagamento do 13º salário do INSS em 2021

Outras informações

  1. a) os idosos com 65 anos de idade ou mais e as Pessoas Portadoras de Deficiência, enquadradas na Lei Orgânica da Assistência Social (Loas), também devem seguir o novo calendário.
  2. b) quando houver feriado municipal, estadual ou federal, o pagamento do benefício deverá ser feito no dia útil seguinte.
  3. c) o prazo para saque dos benefícios com cartão é até o final do mês seguinte (aproximadamente 60 dias) ao da disponibilização do valor na conta. Caso o segurado não faça o saque nesse período, os valores correspondentes serão devolvidos ao INSS.

 

Com informações do Governo Governo Federal.