Programa Pró-Segurança é apresentado a empresários do setor industrial em São Paulo

O secretário Nacional de Segurança Pública, Guilherme Theophilo, apresentou os projetos estratégicos do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) a empresários do setor industrial, no Departamento de Defesa e Segurança da Federação das Indústrias de São Paulo. Ele falou das ações em andamento no MJSP e explicou sobre o programa Pró-Segurança, em desenvolvimento pela diretoria de Políticas de Segurança Pública (DPSP) da Senasp.

“Sem dúvida, enfrentamos um grande desafio diariamente para realizar uma boa gestão à frente da pasta. Estamos, no total, com dez projetos estratégicos do MJSP sob a coordenação da Senasp. E o nosso foco tem sido investir, cada vez mais, em políticas de segurança pública, procurando maneiras eficientes e integradas de se trabalhar. Nesse sentido, entra o projeto Pró-Segurança, que é fundamental para buscar uma padronização dos equipamentos de segurança pública”, explicou.

De acordo com o secretário nacional, com a implementação do projeto, todos os estados poderão realizar uma grande compra, com redução dos preços dos produtos, mas mantendo a qualidade dos equipamentos. Para Theophilo, a indústria pode ser uma grande parceira nesse programa. “Será na indústria nacional onde buscaremos os requisitos para padronização. Ela vai nos entregar os produtos dentro desses padrões. E, com isso, vamos facilitar os pregões, os registros de preços para que os estados possam aderir e fazer grandes aquisições”.

Carlos Erane de Aguiar, diretor do Departamento de Defesa e Segurança, reforçou o papel da Senasp na promoção da segurança. “A grande missão dessa secretaria é a indução de políticas públicas de segurança que possam trazer a nossa sociedade mais paz. Sem contar no papel relevantíssimo na condução, por exemplo, de uma uniformidade nas diversas corporações que integram o sistema de segurança pública”, pontou.

Sobre o Pró-Segurança

Um dos projetos estratégicos da Senasp/MJSP tem por objetivo estabelecer padrões mínimos de qualidade dos produtos e equipamentos de segurança pública no país, de modo a permitir a certificação contemplando ensaios técnicos de acordo com as normas estabelecidas.

Agenda em São Paulo

Ainda na passagem por São Paulo, o secretário nacional participou da reunião-almoço da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), conduzido pelo presidente da instituição, Paulo Skaf. Em pauta, foi apresentada a pesquisa “Amazônia, você precisa saber”, para mais de 40 CEO’s e executivos de grandes grupos europeus com negócios no Brasil e grupos brasileiros com negócios na Europa. O trabalho, elaborado pela Fiesp, revelou dados sobre queimadas, desmatamento e vegetação nativa na região amazônica.

 

Fonte: Ministério da Justiça e Segurança Pública