Programa Wi-Fi Brasil permite parcerias com área pública e privada

Objetivo é ampliar a inclusão digital nas áreas mais carentes

Uma portaria do Ministério das Comunicações permite que órgãos estaduais e municipais, entidades, instituições e empresas públicas ou privadas participem do programa Wi-Fi Brasil. Objetivo do programa é levar internet via satélite de alta velocidade a populações em estado de vulnerabilidade social.

Os parceiros participarão da instalação de pontos de internet em locais específicos, como unidades de serviço público localizadas em áreas rurais e remotas, escolas, bibliotecas, telecentros, unidades de saúde, comunidades quilombolas, aldeias indígenas, assentamentos rurais, cooperativas e organizações sem fins lucrativos por meio das quais seja possível ampliar a inclusão digital e outros. As instituições parceiras deverão indicar os locais beneficiados e a viabilidade técnica.

Antes, o Wi-Fi Brasil só podia usar recursos do orçamento próprio do Ministério das Comunicações, de termos de execução descentralizada de órgãos da Administração Federal e de emendas parlamentares. A partir da portaria, a participação de órgãos e instituições públicas ou privadas será possível por meio de parcerias firmadas com o ministério.

Atualmente, o Wi-Fi Brasil conta com mais de 13,3 mil pontos, atende a mais de 9.700 escolas, mais de 600 unidades de saúde e 500 comunidades indígenas.

Wi-Fi Brasil

O Wi-Fi Brasil é um programa do Governo Federal, desenvolvido pelo Ministério das Comunicações e conta com parceria da Telebras, que oferece conexão gratuita à internet em banda larga por satélite e via terrestre. O foco é levar conectividade em alta velocidade a localidades do país onde não há nenhuma ou pouca conexão. A prioridade é atender comunidades em estado de vulnerabilidade social.

 

Com informações do Ministério das Comunicações.