Projeto que prevê vacinação domiciliar para idosos com dificuldades de locomoção é aprovado pela Câmara dos Deputados

Atualmente, 30% dos idosos têm algum tipo de dificuldade para realizar as tarefas básicas do dia a dia ou de locomoção

A Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 5564/19, que prevê a possibilidade de vacinação domiciliar no caso de pessoas com mais de 60 anos com dificuldades de locomoção.

De acordo com o Ministério da Saúde, 30% dos idosos têm algum tipo de dificuldade para realizar as tarefas básicas do dia a dia, como cozinhar, vestir-se ou simplesmente locomover-se.

“É coerente adotar uma estratégia ativa de vacinação para alcançar todos os indivíduos de acordo com as necessidades. Trata-se de instrumento eficaz e eficiente de mitigação de riscos à saúde da população mais vulnerável”, disse o relator, deputado Dr. Frederico (Patriota-MG).

A proposta, de autoria do deputado Capitão Wagner (Pros-CE), inclui dispositivo no Estatuto do Idoso e insere a vacinação na lista das prioridades. Essa norma já trata do atendimento domiciliar para idosos com dificuldades de locomoção.

O projeto, que tramita em caráter conclusivo, já foi aprovado pela Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa e ainda será analisado pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

 

Com informações da Agência Câmara de Notícias.