Reforma da Previdência: mudanças nas alíquotas

Veja como ficariam os percentuais de descontos nos salários

ENTENDA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA – PARTE 6

 

Com a PEC 06/2019, poderá haver uma mudança nas alíquotas, ou seja, nos percentuais descontados dos salários como contribuição para a Previdência. A ideia é unificar os descontos e torná-los iguais para servidores públicos e trabalhadores do setor privado. Desta forma, quem ganha menos, paga menos e quem ganha mais, paga mais.

Entenda a mudança proposta

Atualmente, um trabalhador da CLT que ganha um salário de R$ 1.250,00 desconta 8%, contribuindo, desta forma, com R$ 100,00 para a Previdência. Pela proposta da reforma, seriam descontados 7,8%, o equivalente ao valor de R$ 97,53.

Confira a proposta do governo que unifica a alíquota progressiva para trabalhadores privados ou públicos:

FAIXA SALARIAL | ALÍQUOTA EFETIVA
– Até 1 salário mínimo | 7,5%
– R$ 998,01 a R$ 2.000,00 | 7,5% a 8,25%
– R$ 2.000,01 a R$ 3.000,00 | 8,25% a 9,5%
– R$ 3.000,01 a R$ 5.839,45 | 9,5% a 11,68%
– R$ 5.839,46 a R$ 10.000,00 | 11,68% a 12,86%
– R$ 10.000,01 a R$ 20.000,00 | 14,48% a 16,79%
– R$ 39.000,00 ou mais | pagará a alíquota efetiva equivalente a 16,79%

Crédito: TV Senado

 


A reforma da Previdência, prevista na PEC 6/2019, é do interesse de todos. Com base em uma série produzida pela TV Senado neste ano, abordando os principais pontos da reforma da Previdência, a Desenvolver Treinamentos traz esclarecimentos sobre o assunto, mostrando como as mudanças apresentadas pelo governo na proposta afetam a vida das pessoas.