SEB orienta sobre implementação dos currículos do ensino médio

Ações promovidas com o Consed e o FNDE ofereceram assistência técnica a secretarias estaduais

Desde o dia 21 de outubro até 5 de novembro, a Secretaria de Educação Básica (SEB) do Ministério da Educação (MEC) promoveu ações para orientar as secretarias estaduais de Educação, visando implementar os currículos do ensino médio. Articuladas com a Frente de Currículo e Novo Ensino Médio do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), as ações de apoio, acompanhamento, mapeamento e assistência técnica também buscam planejar a formação de professores para auxiliar em relação à Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e à Reforma do Ensino Médio.

As ações foram, ainda, realizadas em cooperação com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), responsável pela execução do Plano de Ações Articuladas (PAR). Entre as atividades, foram realizadas reuniões técnicas virtuais com as equipes pedagógicas das secretarias estaduais, em que foram apresentadas orientações sobre o Novo Ensino Médio, o Ensino Médio em Tempo Integral (EMTI) e o uso dos recursos do PAR para formação de professores.

“Tivemos reuniões muito produtivas com as equipes pedagógicas dos estados em que foram tratados dos desafios para implementar o cronograma do currículo e ainda relacionados ao momento do pós-pandemia”, explicou a coordenadora-geral de Gestão Estratégica da Educação Básica do MEC, Maria Luciana Nóbrega.

Para o coordenador do Programa de Apoio à Implementação da Base Nacional Comum Curricular (ProBNCC) da Secretaria de Educação do Distrito Federal, Júlio César da Silva, a revisão do currículo do ensino médio é uma tarefa que tem demandado conhecimento técnico, disponibilidade de equipes e que mobiliza diversos setores. “O alinhamento que a Secretaria de Educação Básica do MEC e o Consed têm feito, com muito empenho, para o monitoramento e o apoio técnico da implementação do currículo vem ao encontro das necessidades. O diálogo estabelecido vem sendo informativo, formativo e propositivo; muito esclarecedor e pertinente”, comentou.

 

 

Fonte:Portal Gov.br